Estimados Presidentes das Delergações/Núcleos,

Como já foi noticiado no próximo dia 2 de julho, terá lugar o, já tradicional, “Dia do Fuzileiro”, e que por motivos sanitários esteve suspenso nos últimos dois anos, aliás como praticamente aconteceu com a nossa vida social.

Convidam-se assim todos os Sócios a honrarem com a vossa presença neste evento que como se sabe foi criado com o objetivo primário de juntar várias gerações de Fuzileiros, num ambiente de camaradagem, espírito de corpo e confraternização, mas também de todos os Sócios da AFZ e todos os Fuzileiros que a ele se queiram associar.

Este ano, o evento verá a vertente familiar ser reforçada. Neste sentido, sendo a família o principal suporte dos militares, o evento contará com um conjunto de atividades, privilegiando os mais pequenos.

Também, a exemplo do modelo adotado na cerimónia militar de encerramento das Comemorações dos 400 anos dos Fuzileiros e de imposição da Medalha Militar de Mérito Militar, Grau Ouro, ao Estandarte Nacional do Corpo de Fuzileiros pretende-se que os Guiões das antigas unidades de Fuzileiros sejam transportados por Porta-guiões, Veteranos. Esses Guiões, juntamente com os das atuais Unidade de Fuzileiros, da AFZ e das suas Delegações e Núcleos estarão formados à volta do Monumento do Fuzileiro aquando da Homenagem aos Mortos em Defesa da Pátria. Esta cerimónia será realizada a pé firme (sem desfile em continência). Neste momento solene, para além da Guarda de Honra e dos Guiões estará também formado o Pelotão de Veteranos da AFZ, comandados pelo SMOR FZE José Talhadas.

Assim, para além do convite geral para desfrutarem o “Dia do Fuzileiro”, torna-se necessário identificar cerca de 30 Veteranos Porta-guiões. Os Sócios disponíveis devem contatar a AFZ, com a indicação de qual o Guião que gostariam de transportar, que será garantido por ordem de inscrição. O traje a ser a ser utilizado, considerando que o dia vai ser longo e quente, será o polo azul da AFZ, com uma calça escura.

A Direção Nacional